Portal de Paulinia | O seu Jornal on-line

Dom21092014

Entrar emCONTATO

Back Saúde Bem-Estar Tome antibióticos corretamente

Tome antibióticos corretamente

O medicamento genérico possui as mesmas características farmacológicas e os mesmos efeitos dos remédios de referência ou de marca e podem substituí-losConsumir antibióticos sem orientação médica, além de diminuir a eficiência desse tipo de remédio, pode deixar seu organismo ainda mais sensível a alguns tipos de bactérias. Quando o consumo de antibióticos é constante, as bactérias aprendem a desenvolver mecanismos para inativar a ação dessas drogas e, com isso, a doença pode acabar se agravando. Todo cuidado é pouco na hora de tratar uma infecção e a automedicação nunca deve ser considerada como alternativa.

Quando os sintomas da doença começam a sumir: Preciso continuar com a medicação mesmo assim. Os sintomas podem desaparecer antes de a doença estar totalmente curada, ou seja, antes de as bactérias serem combatidas por completo. Mas, se você interrompe a medicação antes do que recomendou o médico, os sintomas podem voltar e as bactérias ficam fortalecidas, agravando a infecção.

Há algum antibiótico que serve para qualquer infecção por bactérias? Não, cada bactéria precisa de um antibiótico específico. Cada bactéria desenvolve resistência aos antibióticos de uma maneira diferente. A penicilina, que já foi considerada por muitos como um antibiótico para todos os males, é realmente indicada para várias complicações, mas não todas. Esse medicamento costuma ser recomendado para erisipela, amigdalite bacteriana, prevenção da infecção pelo estreptococo do grupo B, entre outros problemas.

O melhor momento do dia para tomar antibiótico é: Depende do horário indicado pelo médico. Cada medicamento pede um horário específico. Alguns antibióticos podem ter a sua absorção diminuída se ingeridos junto com os alimentos, por alteração do pH. São poucos os antibióticos indicados para se tomar em jejum, mas é preciso seguir essa regra quando o médico orientar. Alguns antibióticos devem ser tomados após refeições para evitar que causem dor de estômago como efeito colateral.

Se eu me esquecer de tomar antibiótico no horário certo, o ideal é: Tomar assim que lembrar. O antibiótico após ser digerido, fica concentrado na corrente sanguínea e vai combatendo, aos poucos, as bactérias. Quanto mais você demora a tomar a próxima dose, mais baixa ficará a concentração do remédio no sangue, já que o fígado vai eliminando o excesso. Com isso, a bactéria pode ficar mais resistente, já que somente uma pequena dose de antibiótico está disponível e fica mais fácil sobreviver a essa fórmula. Se você precisa tomar antibiótico de oito em oito horas e lembrou com atraso, o ideal é fazer uso do remédio assim que tomar nota da falha e contar oito horas novamente a partir desse último horário.

Se eu tomar o mesmo antibiótico várias vezes sem falar com o médico: O organismo ficará menos resistente. Esse mau hábito aumenta os riscos de efeitos colaterais indesejados, acostuma as bactérias com a fórmula e elas se tornam mais resistentes. Como resultado, aumentam as chances de você sofrer infecções ainda mais graves. Isso é muito comum em mulheres jovens que têm infecção de urina de repetição. As bactérias no organismo ficam tão resistentes por conta do mau uso do antibiótico, que é preciso tomar um medicamento mais forte na veia, aumentando riscos de efeitos colaterais.

Sempre posso tomar antibiótico? Resfriados são causados por vírus e não são tratados com antibióticos. Já dores de garganta nem sempre são causadas por bactérias. A maioria dos casos é desencadeada por vírus. O uso de antibióticos nessas situações não faz efeito e poderá provocar efeitos colaterais desnecessários.

Medicamentos genéricos e medicamentos similares trazem os mesmos resultados que o antibiótico original? Apenas o genérico. O medicamento genérico possui as mesmas características farmacológicas e os mesmos efeitos dos remédios de referência ou de marca e podem substituí-los. Já os similares contêm os mesmos princípios ativos, mas não se sabe ao certo se a absorção e os efeitos são os mesmos que os medicamentos de referência. Por isso, antes de procurar um similar ao que o médico prescrever, é importante perguntar se existe algum tipo de contraindicação.

Para amenizar os efeitos colaterais do antibiótico: É melhor evitar esses medicamentos e consultar o médico. Os antiácidos diminuem a absorção gástrica dos antibióticos. Já os anti-inflamatórios não prejudicam a ação do antibiótico, mas combinar as duas medicações pode agredir demais o estômago, provocando problemas gástricos.

Antibiótico deve ser tomado com: Alguns podem ser tomados tanto com água quanto com leite. Alguns antibióticos podem ser tomados com leite para deixar o estômago mais protegido de algum problema gástrico. Mas isso precisa ser recomendado pelo médico, pois alguns antibióticos podem ter o pH alterado com leite e outros alimentos. Se isso acontece, o efeito do medicamento é prejudicado.

Antibióticos podem favorecer diarreias e candidíase? Sim. Há algumas bactérias que são próprias da flora vaginal, existentes para proteger esta região contra doenças. Quando você toma um antibiótico, ele pode matar essas bactérias e favorecer o desenvolvimento de cândida. O mesmo acontece no intestino: o antibiótico podem matar bactérias que protegem o órgão e favorecer infecções e diarreias. Se você notar algum desses problemas, informe o médico. Ele vai analisar o caso e indicar o tratamento adequado. Não adianta apenas tomar iogurte com lactobacilos vivos, por exemplo, pois é preciso fazer uma análise individual e ver se o que provoca a diarreia é uma infecção mais séria ou um efeito colateral do remédio. O iogurte pode ajudar no caso de ser um efeito do antibiótico, mas é melhor usar medicamentos específicos para repor a flora intestinal. Também não adianta usá-los antes de iniciar a medicação, pois o antibiótico poderá atacar as bactérias do intestino do mesmo jeito.

O uso de antibióticos pode causar manchas nos dentes? Alguns tipos podem, mas raramente são prescritos. Alguns antibióticos podem provocar manchas nos dentes, como é o caso da tetraciclina, e precisam ser evitados. O cuidado é ainda maior com as crianças, que ainda estão com os dentes em formação. Esses medicamentos, no entanto, não costumam mais ser prescritos pelos médicos, pois há novas fórmulas com efeitos melhores e que não causam problemas nos dentes. Na dúvida, pergunte ao seu médico sobre os riscos do antibiótico que ele receitar.

Tome antibióticos corretamente