Ter22072014

Entrar emCONTATO

Back Região Notícias Seguranças da boate LIV - Campinas são acusados de agressão

Seguranças da boate LIV - Campinas são acusados de agressão

Briga LIVTrês moças acusam sete seguranças da boate LIV, em Campinas, de agressão na madrugada de domingo (11). Uma delas teve dois dentes e o nariz quebrados. Outra sofreu arranhões pelo corpo. A briga teria ocorrido por conta de um cliente que teria se oferecido a pagar a conta de duas delas. Porém, em dado momento, o rapaz sumiu com as comandas. Uma delas foi tirar satisfação com o rapaz e a discussão começou. O coordenador de segurança da boate, Alexandre Rangel, nega as acusações e garante que o espancamento foi feito pelo cliente. Os seguranças, segundo ele, apenas apartaram a briga e detiveram as jovens porque elas estariam alteradas. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial (DP) como lesão corporal.

A confusão aconteceu por volta das 4h. As jovens - Juliana Arruda Martins, de 19 anos, Érica Lourrayne de Paula, de 20 anos, e Cristiane Aparecida da Silva, de 21 anos, contaram que durante a balada conheceram dois rapazes, sendo que um deles, o auxiliar administrativo Douglas Dias Pereira, de 23 anos, teria se oferecido para pagar a conta - em torno de R$ 160 - de Juliana e de sua irmã, Cristiane.

Perto de irem embora, Pereira teria dado sumiço nas comandas, sem ter as pago. 'Eu precisava das comandas para sair da boate se não teria que pagar multa. Discuti e ele (Pereira) me empurrou. Cai, mas não me machuquei. Um segurança veio e começou a me agredir do nada' , contou Juliana que teve dois dentes e o nariz quebrados.

O responsável pela segurança da boate garante que a agressão foi cometida pelo cliente. Segundo ele, o cliente teria dado dois socos na rosto de Juliana, depois de levar arranhões no rosto de Juliana. Segundo o boletim de ocorrência registrado, a moça teria caído de uma altura de cerca de um metro e desmaiado. Elas estavam no camarote. 'Chamamos o bombeiros que vieram socorre-la, mas elas recusaram atendimento' , disse o coordenador de segurança. 'Tanto as moças como o rapaz estavam alterados, tinham bebido um pouco. A função dos seguranças foi apenas apartar a briga. Em certo momento, usamos de força para conter as meninas, mas não houve nenhuma agressão por parte da equipe' , garantiu Rangel.

Todos os envolvidos foram liberados após depoimentos. As moças passaram por exame de corpo de delito.


Seguranças da boate LIV - Campinas são acusados de agressão

Comentários 

 
#4 marcos 08-04-2012 21:07
Não vai dar em nada isso, agressões desnecessárias por parte dos seguranças acontecem o tempo todo nessa balada e grande parte dos mesmos são policiais, mas policiais do pior tipo possível, corruptos inescrupulosos. O valor sempre acaba sendo misteriosamente maior na saída do que o dito na entrada e aí começam as discussões que são reprimidas com agressão e humilhação dos clientes pelos seguranças. A última vez só não fomos agredidos pela segurança da boate porque nosso amigo também era policial. Pensem duas vezes antes de irem nessa merda, os dentes dessa garota nunca mais serão de verdade. :-?
Citar
 
 
#3 Regiane 13-03-2012 13:49
Nao foi seguranca, foi dois caras que estavao com ela, um anão e outro, eu estava do lado qnd aconteceu, eles descutiao dentro do camarote de depois eu vi ela caindo e o seguranca levando o cara pra fora da boate,
Citar
 
 
#2 V 13-03-2012 10:09
Eu ja sofri agressão nessa balada sem motivo por parte dos seguranças, é uma vergonha para a cidade, sem motivos eles arrastam as pessoas para o estacionamento começam a ofender e bater na pessoa, isso aconteceu comigo fazem alguns meses e ja vi alguns outros casos tambem. Isso não pode passar despercebido, deve seguir em frente de maneira legal para punir os agressores.
Citar
 
 
#1 Junior Syllva 13-03-2012 09:19
Aconteceu a mesma coisa comigo as uns dois mes atras . Fui espancado brutalmente por 4 seguranças da mesma casa noturna .quebrei o nariz, fiquei sem poder ir trabalha
Citar
 

Adicionar comentário