Portal de Paulinia | O seu Jornal on-line

Qui27062019

Entrar emCONTATO

Back Inicio Notícias de Paulínia Economia Novo terminal de etanol inicia operaçoes em Paulínia

Novo terminal de etanol inicia operaçoes em Paulínia

Novo terminal de etanol Copersucar PaulíniaA Copersucar, iniciou as operações no Terminal Copersucar de Etanol (TCE), em Paulínia. O TCE recebeu seu primeiro carregamento do biocombustível na última terça-feira, de 332 mil litros de etanol hidratado. No dia seguinte, mais 268 mil litros foram descarregados, totalizando 600 mil litros de armazenagem, parte dos 15 milhões de litros que compõem o primeiro lote de etanol, que será completado nos próximos dias, disse a empresa em nota.

Com capacidade total de armazenagem de 180 milhões de litros, o terminal recebe o produto de modo intermodal, ligando dutos e rodovias. A próxima etapa do projeto prevê a interligação dos dutos da Logum, empresa da qual a Copersucar é sócia, ao sistema da Replan, da Petrobras, totalizando 1,9 km em tubulações. O TCE possui dez tanques com capacidade entre 5 e 40 milhões de litros de etanol cada. A companhia deverá investir R$ 2 bilhões em logística no período entre 2011 e 2015. A expectativa é de que sejam movimentados, na primeira fase do terminal, 2,3 bilhões de litros de etanol por safra, o equivalente a quase 50% de todo biocombustível comercializado pela Copersucar na temporada 2013/14, de 4,9 bilhões de litros.
Novo terminal de etanol Copersucar PaulíniaErguido em uma área de 356 mil metros quadrados em terreno da própria Copersucar, o TCE também conta com 100 vagas para estacionamento de caminhões. "O projeto do Terminal foi concebido com base nas melhores referências para este tipo de instalação e, para isso, buscamos trazer as melhores práticas em termos ambientais, tecnológicos e comunitários, priorizando os aspectos sustentáveis da obra" detalhou o diretor-presidente da Copersucar, Paulo Roberto de Souza.

Segundo o diretor de relações institucionais Rodrigo Navarro "serão criados empregos diretos e indiretos, 50 diretos durante operação e 300 indiretos. Na segunda fase de obras a preferência será para moradores de Paulínia, havendo a necessidade qualificarão a mão de obra" disse Navarro.