Portal de Paulinia | O seu Jornal on-line

Ter18062019

Entrar emCONTATO

Back Inicio Notícias de Paulínia Economia Petrobras investe na modernização da Replan

Petrobras investe na modernização da Replan

Replan terá investimento de US$ 4,5 bilhões até 2014A Petrobras vai investir US$ 4,5 bilhões na Replan até 2014 no processo de modernização e ampliação da maior refinaria da estatal no Brasil, que está entre as 20 maiores refinarias do mundo, e que no próximo dia 12 completará 39 anos de existência.

A Replan é responsável por mais de 20% do abastecimento do mercado nacional que corresponde a toda a região centro oeste até o Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Triângulo mineiro, sul de Minas Gerais e toda a parte leste do Estado de São Paulo. O carro chefe da produção da Replan é o óleo diesel com 1 bilhão de litros por mês, seguido da gasolina, GLP, óleos combustíveis, querosene de aviação, alguns insumos petroquímicos e asfalto.

Em 2010, a Replan teve um faturamento de R$ 34,47 bilhões e gera em pagamentos de tributos federais cerca de R$ 5 bilhões por ano e de pagamento de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ao Governo do Estado de São Paulo aproximadamente R$ 7 bilhões por ano. Parte desses recursos é repassada ao Município de Paulínia por ser sede da refinaria e corresponde hoje cerca de 70% do orçamento da cidade.

O processo de modernização e ampliação da refinaria vai proporcionar ganhos ambientais, com melhor qualidade do ar; economia de divisas com utilização de maior quantidade de petróleo nacional e substituição de derivados importados; capacitação de pessoas e geração de empregos diretos e indiretos nas fases de construção e operação; além de notáveis efeitos diretos, indiretos e induzidos sobre as economias municipal, estadual e federal.

Até 2014 o processo de modernização vai ampliar a capacidade de produção de combustíveis, o que trará inúmeras oportunidades de engajar mão-de-obra qualificada de Paulínia e Cosmópolis, fomentando a geração de trabalho e renda, a inserção de micro, pequenas e médias empresas da região na cadeia de Petróleo & Gás.

Fonte: DCI