Portal de Paulinia | O seu Jornal on-line

Sex24102014

Entrar emCONTATO

Back Inicio Notícias de Paulínia Cinema 'O Palhaço' vai abrir Festival de Gramado

'O Palhaço' vai abrir Festival de Gramado

Selton Mello, em cena do filme 'O Palhaço'. Filme teve incentivo do Polo Cinematográfico de PaulíniaO longa-metragem "O Palhaço", de Selton Mello, foi o filme escolhido para abrir o 39º Festival de Cinema de Gramado. O evento, considerado um dos maiores da América Latina, acontecerá entre 5 e 13 de agosto, no Sul do País.

O filme, que contou com incentivo do Polo Cinematográfico de Paulínia e cenas rodadas na região, chega a Gramado com dois troféus Menina de Ouro, conquistados durante o Paulínia Festival de Cinema 2011: melhor roteiro (Selton Mello e Marcelo Vindicatto) e melhor ator coadjuvante (Moacyr Franco). Além de Selton Mello (ator, diretor e roteirista), os atores Paulo José, Moacir Franco, Giselle Motta e Jackson Antunes, entre outros, estarão na exibição.

O filme que contou com incentivo do Polo Cinematográfico de Paulínia e cenas rodadas na região, chega a Gramado com dois troféus Menina de Ouro, conquistados durante o Paulínia Festival de Cinema 2011: melhor roteiro (Selton Mello e Marcelo Vindicatto) e melhor ator coadjuvante (Moacir Franco). Por sinal, o filme estreou no segundo dia do festival paulista.

Em “O Palhaço”, Benjamim (Mello) e Valdemar (Paulo José) formam a dupla Pangaré e Puro Sangue, que roda as estradas do interior com a trupe do Circo Esperança. O palhaço Benjamin, porém, está em crise, pois acredita que perdeu a capacidade de fazer as pessoas rirem.

A centenária Fazenda da Barra, em Jaguariúna, foi um dos cenários para a produção de “O Palhaço”. As filmagens no local aconteceram entre março e abril de 2010. Já em Paulínia, foi armado um circo dentro dos estúdios do Polo Cinematográfico, a fim de servir de set para as cenas internas do Circo Esperança. A cidade de Ibitipoca, no Interior de Minas Gerais, também recebeu a equipe para filmagens.

Inicialmente, Selton Mello ofereceu o papel de Pangaré para Wagner Moura e Rodrigo Santoro, mas como os dois recusaram o papel por causa de outros compromissos, o próprio ator decidiu dar vida ao protagonista.

 

 

 

 

 

 

Fonte: EPTV.com