Portal de Paulinia | O seu Jornal on-line

Qua26112014

Entrar emCONTATO

Back Inicio Notícias de Paulínia Cinema Bruna Lombardi no Paulínia Festival de Cinema

Bruna Lombardi no Paulínia Festival de Cinema

Bruna LombardiOnde Está a Felicidade?, comédia com Bruna Lombardi como protagonista e roteirista e dirigido por Carlos Alberto Riccelli caiu nas graças no público presente na noite de domingo (10/07) do Paulínia Festival de Cinema 2011. Além de rir durante todo o longa, as pessoas aplaudiram do começo ao fim os diálogos e as cenas carregadas de humor escrachado.

Teodora (Bruna Lombardi) é chef de cozinha e apresenta um programa de receitas para esquentar uma relação a dois, mas perde o rumo das coisas quando descobre que o marido, Nando (Bruno Garcia), com quem está casada há 11 anos, a traiu. Diante da crise no amor e tendo que lidar com problemas que surgem no trabalho, ela tem a ideia de percorrer o Caminho de Santiago de Compostela, uma espécie de viagem espiritual, na companhia dos amigos Zeca (Marcello Airoldi) e Milena (Marta Larralde).

Téo acredita que se caminhar pelos 790 km da trilha, alcançará alguma graça, será recompensada por seu esforço e superação. Mas, com as constantes implicâncias entre Zeca e Milena, e também por causa do cansaço de um caminho tão longo, ela faz de tudo nesta aventura, menos cumprir a promessa da tal caminhada.

Enquanto isso, no Brasil, Nando percebe os rumos que sua vida está tomando e começa uma viagem interior para descobrir o que quer para seu futuro. Onde Está a Felicidade? é uma comédia para gargalhar sem preconceitos ou timidez, mas é também um filme que fala da insatisfação, e, diante dela, sobre querer mudar ou continuar do jeito que está.

A trilha sonora, como Bruna contou no início da sessão, tem músicas compostas pelo próprio diretor e cantadas por artistas como Adriana Calcanhoto e Gilberto Gil. São canções gostosas e, assim como o longa, leves, que também ajudam a conduzir a história. Onde Está a Felicidade?, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de agosto e lotou o auditório do Theatro Municipal de Paulínia, deixando muita gente para fora. Por conta disso, assim como aconteceu com O Palhaço, de Selton Mello, na sexta-feira (08/07), logo após a sessão das 21h, o filme foi exibido mais uma vez para aqueles que ficaram aguardando no hall do Theatro.