Seg28072014

Entrar emCONTATO

Back Inicio Notícias de Paulínia Cidade Rebelião gera transtorno na cadeia feminina de Paulínia

Rebelião gera transtorno na cadeia feminina de Paulínia

Rebelião: Ao atear fogo e espalhar objetos, presidiárias foram contidas pelos policiais na Delegacia de Paulínia.De acordo com informações da Polícia Civil, Guarda Municipal e Polícia Militar, 48 presidiárias instaladas na Cadeia Feminina de Paulínia começaram uma rebelião por volta das 12 horas, de quinta-feira, 24.

A reportagem do Portal de Paulínia teve acesso às celas e pôde perceber a revolta das presas. Aos gritos, as carcerárias pronunciavam frases como “eles (policiais) querem que morramos aqui. Ontem tinha gente nas celas passando mal e nem ligaram para nós”.

Policiais que presenciaram a cena afirmaram que as pertencentes ao sistema prisional lançaram fogo em colchões, roupas pessoais e desperdiçaram comida e outros objetos pessoais, causando focos de incêndio na Delegacia de Paulínia.

Ao ser acionado, o Corpo de Bombeiros controlou a situação.

Segundo policiais civis, não houve nenhuma fuga registrada. As presas pedem a transferência de 11 mulheres para cadeias de Campinas e região.

Até às 17 horas, havia manifestações e insultos aos policiais e à imprensa que acompanhava o episódio.

Comentários 

 
#2 dai 03-07-2012 10:14
entao ja estao pagando pelo q fez nao precisam seren humilhadas ou tratadas igual bixoooo
Citar
 
 
#1 elida 25-05-2012 04:54
Se estao presas e porque fizeram algo errado entao
F......se elas quanto menos criminosos nas ruas melhor pra sociedade de bem... que trabalha duro pra conseguir o pouco que tem
Citar
 

Adicionar comentário