Sáb30082014

Entrar emCONTATO

Back Brasil Segurança Polícia registra noite sangrenta em São Paulo

Polícia registra noite sangrenta em São Paulo

A polícia registrou pelo menos sete assassinatos (Foto: Reprodução G1)Entre a noite de quinta-feira (25) e a madrugada desta sexta-feira (26) a polícia registrou pelo menos sete assassinatos na capital paulista e na região metropolitana de São Paulo.

Em um dos casos, um policial militar estava de folga quando foi atingido no trânsito, na Zona Leste. A vítima de 33 anos estava em uma motocicleta na Avenida Flamingo, na região de Itaquera, por volta das 20h da quinta-feira, quando foi alvejado por dois homens que estavam em outra moto. Em seguida, a dupla fugiu.

Ainda na Zona Leste, no bairro Parada 15 de Novembro, na região de Guaianases, criminosos atiraram várias vezes contra um grupo de amigos que comemorava um aniversário em um bar. Três pessoas foram atingidas por disparos dados por quatro homens que estavam em duas motos. Uma morreu. Os outros baleados foram socorridos e passam bem.

No bairro do Lajeado, uma pessoa também morreu depois de ser baleada.

Na Zona Sul, no bairro da Saúde, um homem foi encontrado morto em uma praça. A polícia foi chamada por vizinhos que escutaram os disparos. O homem não foi identificado.

Na Zona Oeste de São Paulo, a polícia registrou um assassinato na Avenida Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, na região da Rodovia Raposo Tavares.

Em Mauá, no ABC, criminosos de carro tentaram assaltar duas pessoas na porta de casa no Jardim Sônia Maria, mas as vítimas eram policiais, um rodoviário e um da Rota. Eles reagiram. Segundo a polícia, na troca de tiros duas mulheres foram atingidas pelos criminosos.

Em Carapicuíba, também na Grande São Paulo, outras duas pessoas foram assassinadas.

Entre a noite de quarta (24) e madrugada de quinta-feira, pelo menos 14 pessoas foram baleadas na capital e Grande São Paulo. Pelo menos seis vítimas morreram. Uma delas era policial militar.

Polícia registra noite sangrenta em São Paulo