Seg28072014

Entrar emCONTATO

Back Colunistas Esportes Falta juízo aos dirigentes brasileiros

Falta juízo aos dirigentes brasileiros

Patrícia Amorim, presidente do Flamengo.Ah como é bom ter dinheiro. Quem não gosta de ir às compras sem compromissos e adquirir tudo o que deseja, afinal, o consumismo está presente constantemente em nossas vidas.

Muitos gastam sem ter, outros gastam conscientemente. Nossos dirigentes são assim e parece que ano após ano, não aprendem.

Vejam bem. Com os novos valores a serem pagos pela Rede Globo que continuará exibindo as principais competições do futebol brasileiro, muitos clubes terão suas receitas turbinadas. Casos de Corinthians, Flamengo, São Paulo e demais.

Na última segunda-feira, 26, eis que acesso o portal Globo.com e vejo a manchete: “Flamengo está disposto a pagar 21 milhões por Vagner Love”. Paro e releio novamente a manchete, só para ter certeza. Aí entro em outro portal e vejo que o Palmeiras quer pagar 14 milhões por Diego Tardelli. Vou navegando aqui e ali na internet e vejo outros absurdos.

Será que atuais dirigentes do futebol brasileiro não se cansam de torrar milhões e milhões de reais em jogadores que pouco produziram em suas carreiras? Será que o dinheiro da televisão não pode ser investido no próprio clube? Pois ao mesmo tempo em que a receita sobe, a dívida idem, basta ter o Corinthians como exemplo. O clube receberá 110 milhões de reais da Rede Globo, ao mesmo tempo sua dívida disparou e insiste em pagar entre 40 e 50 milhões pelo atacante argentino Tevez. Não seria saudável pensar na saúde do clube e investir esse dinheiro na amortização da dívida? Ou investir na base, já que há muito tempo não temos um craque nascendo nas categorias de base do Timão? Investir no marketing ou em infraestrutura? E assim ao longo dos anos depender cada vez menos do dinheiro da televisão? Pelo visto não.

Obvio que existem exceções no mundo do futebol. Luis Álvaro de Oliveira, presidente do Santos, já declarou que não fará loucuras e afirmou estar assustado com os valores solicitados pelos atletas que o clube procurou. Louvável, não? Pena que parece ser um dos poucos ajuizados do futebol brasileiro.

Dinheiro é bom, mas assim como devemos sempre planejar nossos gastos, os clubes brasileiros precisão fazer o mesmo, afinal estão lidando com uma das maiores paixões do brasileiro. Ou daqui alguns anos a música “Pecado Capital” do cantor Paulinho da Viola, voltará a ser sucesso no Brasil, pois “dinheiro na mão é vendaval”...

Quem sou eu?

Thiago Scartozzoni Amaro, 23 anos. Jornalista formado e diplomado. Hoje, Assessor de Imprensa da Câmara Municipal de Paulínia. Amanhã, sei lá. Louco por futebol e Formula 1. Também estou no www.todosescrevem.blogspot.com e no twitter @thiagosa1. Meu MSN? Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Vamos lá galera, comentem, critiquem, elogiem, enfim se manifestem. Eu preciso de vocês e vocês de mim, acho.

Falta juízo aos dirigentes brasileiros

Comentários 

 
#6 Jaqueline 23-01-2012 23:40
O Thiago Neves não vale nem os 10% que o FLAMENGO teria pago nele,esse meu FLUMINENSE é doido mesmo,pois o flamengo queria ficar com o Thiago neves e comprar o WAGNER LOVE,pois diretoria do FLUMINENSE BURRA, SE QUEREM atrazar o FLAMENGO comprem o WAGNER LOVE,pois o que fizeram foram as honrras para o FLAMENGO que não queriam o THIAGO mais estavam sem graça de falar com ele,só voces mesmo, afffff.
Citar
 
 
#5 cesar 23-01-2012 23:32
Um amigo acima comentou sobre os clubes gastarem o dinheiro que ganham da globo em vão,e que deveriam ter cautela com esse dinheiro.
,concordo,mas no caso do flamengo,foi salvo pelo gongo quando o próprio Thiago neves se revelou tricolor, kkk, ótimo já pensou quanto seria em vão? Faremos como o tricolor depositaremos numa paixão, LOVE neles.
Citar
 
 
#4 Thiago Amaro 04-01-2012 10:06
SINCERO,
os clubes não aprendem. Se há lavagem de dinheiro, a polícia deve investigar.

Não é apenas o Palmeiras que virou vitrine. O Corinthians e outros também. Por isso insisto que os clubes deveriam investir na base, para sair das mãos de empresários.

Obrigado pelo comentário...
Citar
 
 
#3 Thiago Amaro 04-01-2012 10:04
Emerson,
o estádio do Corinthians não terá dinheiro público. Em entrevista para a revista Brasileiros do mês de dezembro, o ex-presidente Andrés Sanchez esclarece como funciona a construção.

Em 2007, a então prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, elaborou uma lei que concede benefícios fiscais para quem construir ou empresas na Zona Leste de São Paulo, com o intuito de levar desenvolvimento para aquela região da cidade.

O município e o estado não gastam, mas deixam de arrecadar. O estado pois abriu mão e o municipal pela lei.

Quanto ao resto concordo com você. O São Paulo ao romper com Ricardo Teixeira e com a Federação foi punido.

Eu mesmo sou contra a construção deste estádio. Poderíamos jogar no Pacaembu e a Copa deveria ser no Morumbi.

Obrigado pelo comentário...
Citar
 
 
#2 Dinei 03-01-2012 15:08
Fala Thiago...só não concordo quando você fala que Vagner Love não produziu onde passou. Ele é craque. Vamos mengão
Citar
 
 
#1 Emerson 03-01-2012 10:32
Boa Thiago, gostei muito da coluna desta semana parabens, somente um adendo na questao corithians, o envestimento no estadio nao precisa pois o Lula e a Dilma ja resolveram este problema e o sr. Ricardo Teixeira fez o favor de excluir o estadio do Morumbi pois assim nao ajudaria o Sao Paulo que é um dos poucos peitudos para expor suas ideias sobre investimento logico e poupando o bolso do contribuinte.


feliz 2012
Citar
 

Adicionar comentário