Ter22072014

Entrar emCONTATO

Back Colunistas Esportes Barcelona: Um campeão incontestável

Barcelona: Um campeão incontestável

santos-barcelona Durante seis meses eu disse várias e várias vezes que o Santos perderia por três ou mais gols de diferença para o Barcelona. Meus companheiros de trabalho não acreditavam no que dizia. Alguns falavam que em apenas um jogo tudo é possível, outros diziam que Neymar estava acostumado a “apanhar” em campo e iria comandar o time Alvinegro.  Depois de domingo, 18 de dezembro, Neymar, deve e precisa voltar para a realidade. E a mídia que faça o mesmo.

Bem, o resultado todos sabemos, né? O Santos foi massacrado pelo Barcelona, um time que ano após ano vem escrevendo seu nome na história. O Peixe do professor Muricy, nem valente conseguiu ser. E o treinador que é “trabalhador” quis improvisar, quando não devia. Mas poderia ser qualquer time que o campeão seria o mesmo. O jogo de domingo, serviu apenas para que alguns brasileiros conhecessem o clube Catalão, visto que muitos só veem futebol na emissora na Rede Globo e mal sabem que é possível ver o time de Messi & Cia, durante todo o ano nos canais ESPN.

Acima de tudo a frase que mais marcou esta derrota foi dita pelo jovem craque Neymar. A Jóia após a derrota disse para algum microfone: "Aprendemos a jogar bola hoje".

Seria legal se os dirigentes do nosso amado e idolatrado futebol, abrissem os olhos e a mente e repensassem no que está acontecendo nas categorias de base. Com exceção de alguns nomes, quase todo elenco do Barça foi formada dentro do clube e ao passar dos anos, um time já vitorioso, apenas contrata um ou outro jogador. Lá o físico vem em último lugar. Para eles o importante é desenvolver a habilidade. Já aqui queremos produzir jovens padrão “Europa”, onde a força vem em primeiro lugar, por isso pelos gramados brasileiros está havendo uma invasão de “brucutus”.

E para quem possui dúvidas de como deixamos de formar craques, analisem o elenco do atual campeão brasileiro, o Corinthians. Quantos atletas foram formados na base? Apenas o contestado goleiro Julio César. Vejam o Palmeiras. Os jogadores que vieram da base, não conseguem se firmar no profissional. E o São Paulo que montou o badalado centro de treinamento de Cotia? Gasta muito e produz pouco. O Guarani que vive em crise financeira  não consegue revelar bons jogadores. E o problema que acontece aqui, também acontece na Europa e como exemplo vou citar o arquirrival do Barça, o Real Madrid, que ano após ano, gasta milhões em jogadores badalados.

Por essas e outras que nosso futebol vai perdendo seu brilho. Seja por que estamos produzindo jogadores apenas visando o lucro, seja por que nossos dirigentes não renovam suas ideias.

Falar do Barcelona últimamente é chover no molhado. São vencedores e não importa quem está do outro lado. O estilo de jogo é o mesmo.  Nem é preciso citar números. Dá gosto ver Xavi, Iniesta, Puyol, Daniel Alves em campo, porém torço e muito para que este domínio acabe logo. O futebol é feito de fases, e essa fase do Barcelona já está deixando o futebol chato.

Acima de tudo, fica a lição para nossos dirigentes. É preciso injetar novas ideias no futebol brasileiro, ou em breve, ele poderá ser apenas mais um.

Quem sou eu?

Thiago Scartozzoni Amaro, 23 anos. Jornalista formado e diplomado. Hoje, Assessor de Imprensa da Câmara Municipal de Paulínia. Amanhã, sei lá. Louco por futebol e Formula 1. Também estou no www.todosescrevem.blogspot.com e no twitter @thiagosa1. Meu MSN? Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Vamos lá galera, comentem, critiquem, elogiem, enfim se manifestem. Eu preciso de vocês e vocês de mim, acho.

Barcelona: Um campeão incontestável

Comentários 

 
#1 Carlos Mendonça 20-12-2011 15:01
Caro amigo, vc tem razão quanto ao seu comentario, sou santista da época do Rei, eu já temia essa paulada do Barça, o duro de tudo isso , é ouvir outros torcedores tirando sarro e ficar quieto, fazer o que? só que eles não tem humildade, pois poderia ser o timinho deles não é verdade? eu sou brasileiro e torço quando é um time do Brasil, foi o meu Santos o cobaia, foi o meu Santos que mexeu com os meninos e meninas, foi o Neymar que revolucionou a cabeça e deu um pouco de alegria a esse povo sofrido a meio de tanta corrupição, vamos ver se a lição serviu pra mexer um pouco, prá nós brasileiros não ficar-mos achando que somos os melhores do mundo sempre, chega de ser ipocritas, falei de mais.

Mendonça :oops: :cry: :-x
Citar
 

Adicionar comentário